A mistura promissora entre arte, tecnologia e marketing

NFTs estão puxando uma tendência forte que equilibra essas três frentes. E talvez justamente por isso os projetos e iniciativas fazem sucesso entre marcas, artistas e organizações





O que são NFTs? São ativos digitais únicos com garantia de procedência e valor real mesmo sendo itens digitais (vídeos, músicas e fotografia, por exemplo). Como essa tecnologia consegue fazer isso? Graças ao blockchain, mesma base das criptomoedas o que garante os registros e autenticação.


Dito isso, NFTs vem avançando na fotografia de forma acelerada. Claro, isso ocorre mais forte no mercado internacional. Mas qual o motivo desse interesse tão grande nos NFTs e por que eles são valiosos?


A mistura entre arte, tecnologia e marketing. Projetos de NFTs, sejam eles de empresas como a Starbucks até a casa de leilões Sotheby´s equilibram bem esses três elementos. Como?


Arte - um NFT começa como uma arte única ou com edição limitada. A ideia das edições inclusive ganhou força neste ambiente. Ultimamente outra tendência forte neste ambiente foi das colaborações que são possíveis graças tanto a tecnologia quanto ao trabalho com as marcas. Essa parte então está diretamente ligada com os dois itens abaixo. Criar projetos que mesclam obras físicas, vídeos e fotos. A verdade é que artistas estão misturando mídias, tecnologias e ideias. Uma nova fronteira se apresentou para os artistas nesse universo.


Tecnologia - Quando um colecionador/comprador garante a obra na plataforma NFT ele pode ter acesso a vantagens exclusivas. Participar da obra, por exemplo. Ou receber outras vantagens. Ele tem como ver a obra em uma tevê smart com a tecnologia (LG e Samsung) ou em um display criado para isso. Mas o ponto mais relevante é que ele tem a garantia de que a obra é única e que poderá revender (ou guardar). Se vender, tanto ele quanto o artista ganham e isso está nas condições possíveis da tecnologia com os contratos inteligentes. Já existem avanços que permitem fazer empréstimos a partir de NFTs ou ter acesso a clubes e comunidades exclusivas.


Marketing - Essa parte é talvez uma das mais estimulantes para os artistas. Pois antes fazer o marketing era uma dor. O fato é que os dois elementos acima (Arte+tecnologia) como estão propostos com NFTs, acabam puxando a questões do marketing porque se combinam. No fim, criar NFTs e colocar sua obra "no ar" pede um envolvimento nas três frentes citadas. O marketing também pode ser uma dor aqui nesse ambiente dos NFTs, mas ao menos sabemos que sem arte nem adianta tecnologia e sem elas nem vai dar para fazer negócios. Para mim, existe uma integração clara entre as partes e isso também acaba sendo promissor para os NFTs e a fotografia.


Quer fazer parte da nova fase de valor da fotografia? Então participe da comunidade NFT para Fotógrafos(as)


Em tempo: dia 22 de setembro terei workshop presencial do NFT para Fotógrafos(as) no PEF 2022 - https://www.enfbyleosaldanha.com/post/workshop-presencial-nft-para-fot%C3%B3grafos-as-no-paraty-em-foco



0 comentário