top of page

O que estou lendo: os retratos de Platon dos heróis do dia a dia


O novo livro de Platon, The Defenders: Heroes of the Fight for Global Human Rights, é uma comemoração visual de figuras poderosas em todo o mundo

Fotos: Platon


Patrocínio: Alboom + Fotto



Tive a sorte de muitos anos atrás ter assistido uma palestra presencial de Platon em NY. Isso foi em 2009 e a apresentação dele me marcou muito. Ele contou como fotografava pessoas poderosas entre estadistas e celebridades. O que mais me chamou a atenção é que ele tinha tão pouco tempo (justamente por serem pessoas importantes). Lembro que acompanhei a trajetória de Platon e fiz questão de assistir a palestra por admirar sua assinatura visual (Platon é reconhecido pelo seu estilo). Lembro que os cartazes do filme The Matrix Reloaded foram todos clicados por ele em 2002 e aquilo ficou na minha memória de um fotógrafo que tem uma assinatura visual de fato (coisa para poucos).



Pois bem, ele tem esse novo livro saindo com retratos de pessoas comuns que lutam por causas maiores. O impacto é o mesmo de suas imagens marcantes. O livro, pesando quase 9,5 quilos e 560 páginas, tece imagens de líderes cotidianos e de alto nível. Incentiva o espectador a abraçar a definição de poder em todas as suas formas, com foco em amplificar as vozes daqueles que lutam por um mundo mais justo. A esperança de Platon é que o livro encoraje e inspire a próxima geração de ativistas de direitos humanos. Afinal, diz ele, "o poder real não deve ser mantido protegido. É para ser compartilhado."




0 comentário

Comentarios


bottom of page