top of page

Disney entra no mundo dos NFTs com a ajuda da Dapper Labs

A gigante do entretenimento vai lançar uma plataforma de colecionáveis digitais baseada em blockchain com seus personagens famosos



A Disney anunciou uma parceria com a Dapper Labs, a empresa por trás do popular jogo CryptoKitties e da plataforma de esportes NBA Top Shot, para criar uma plataforma de token não fungível (NFT) chamada Disney Pinnacle. A plataforma vai permitir que os fãs da Disney colecionem e negociem ativos digitais inspirados em seus personagens favoritos de desenhos animados, filmes e séries.


A Disney Pinnacle vai funcionar na rede blockchain Flow, desenvolvida pela própria Dapper Labs, que promete maior escalabilidade, segurança e acessibilidade do que outras redes blockchain. Os usuários poderão acessar a plataforma por meio de aplicativos para iOS, Android e web, que serão lançados ainda este ano. Por enquanto, os interessados podem se inscrever em uma lista de espera no site oficial da plataforma.



A plataforma vai oferecer itens digitais exclusivos de personagens icônicos da Disney, como Mickey Mouse, Pato Donald, Cinderela, Branca de Neve, entre outros. Além disso, a plataforma vai incluir ativos digitais de outras marcas da Disney, como Pixar, Star Wars e Marvel. Cada pino terá um design único e uma tiragem limitada, garantindo sua raridade e valor. Os usuários poderão colecionar, exibir e trocar seus NFTs com outros fãs em todo o mundo, usando uma carteira digital integrada.


A iniciativa da Disney faz parte de uma tendência crescente de empresas de entretenimento que estão explorando o potencial dos NFTs como uma nova forma de engajar seus públicos e gerar receita. Os NFTs são tokens digitais que representam a propriedade e a autenticidade de um ativo digital, como uma imagem, um vídeo, um áudio ou um jogo. Eles são registrados em uma rede blockchain, que funciona como um livro-razão público e imutável, garantindo sua escassez e rastreabilidade.


Os NFTs têm atraído a atenção de artistas, celebridades, esportistas e colecionadores, que veem neles uma oportunidade de criar e comercializar obras digitais originais e exclusivas. Existem inúmeros exemplos de NFTs que fizeram sucesso no mercado a obra de arte digital. É o caso de “Everydays: The First 5000 Days”, do artista Beeple, que foi leiloada por US$ 69 milhões, e o clipe de vídeo “The Shot”, do jogador de basquete LeBron James, que foi negociado por US$ 208 mil. Na fotografia aqui no blog já mostrei inúmeros cases de fotos NFT criadas em coleções inovadoras, inclusive de grifes da fotografia. Como Sebastião Salgado (que sempre aparece na lista dos Top 10 em vendas mundiais), Agência Magnum, Anne Geddes, Alex Webb e Bruce Gilden. Entre as marcas, Samsung e Canon também estão envolvidas com a tecnologia.


Para os fotógrafos, os NFTs podem representar uma oportunidade de mostrar sua arte sem intermediários, criar novos produtos e garantir a autenticidade e o valor de suas obras. Com os NFTs, os fotógrafos podem provar que são os autores originais de suas imagens, protegendo seus direitos autorais e evitando a pirataria. Eles também podem definir as regras de uso e comercialização de suas obras, como o preço, a quantidade, a comissão e os royalties. Além disso, eles podem explorar novas formas de expressão e inovação, combinando fotografia com elementos digitais, como animação, som, realidade aumentada e metaverso.


Faça parte do NFoTo e tenha contato com a nova fase de valor da fotografia >>> NFoTo: fotograf.IA, NFT e inovação


0 comentário
bottom of page