top of page

A polêmica arte gerada por inteligência artificial de Robbie Barrat

Um retrato nu criado por um algoritmo foi vendido por mais de 300 mil dólares, gerando críticas e elogios no mundo da arte tradicional, IA e NFT



AI GENERATED NUDE PORTRAIT #7 FRAME #111. CREDIT. ROBBIE BARRAT


Robbie Barrat é um artista que usa inteligência artificial (IA) para criar obras de arte generativas, como uma série de 300 retratos nus que se tornaram raros e valiosos no mercado de arte cripto. Uma dessas obras, o AI Generated Nude Portrait #7 Frame #111, foi vendida recentemente por 175 ETH (343.761 mil dólares), provocando reações diversas.


Alguns críticos da arte IA afirmam que a obra é feia, sem imaginação e sem narrativa humana, desconsiderando a visão artística de Barrat e a importância histórica e cultural da obra. Outros defendem que a obra é um marco na evolução da arte digital e IA, e que sua origem e seu valor são simbólicos de uma mudança no mundo da arte.


Barrat é um pioneiro na arte IA e sua obra tem influenciado outros artistas e movimentos artísticos. Seu código foi usado pelo trio francês Obvious para criar o Portrait of Edmond Belamy, que foi vendido pela Christie’s por 432.500 dólares em 2018, sendo a primeira obra de arte gerada por IA vendida pela casa de leilões tradicional.


A série dos retratos nus também tem uma história curiosa. Em 2018, Barrat se associou ao mercado NFT SuperRare para distribuir 300 quadros que formavam uma obra completa em um evento da Christie’s em Londres. Mas poucos destinatários resgataram seus cartões-presente ETH que continham as obras, fazendo com que muitas delas se perdessem. As que restaram ficaram conhecidas como Os Robbies Perdidos e foram vendidas por até 1 milhão de dólares.


Tentar entender o valor da arte IA é um desafio que envolve questões estéticas, narrativas e culturais. As obras de Barrat são exemplos de como a tecnologia pode ser usada para criar arte inovadora e provocativa, que merece ser apreciada e respeitada.


Participe do NFoTo e entre para a nova fase da fotograf.IA e dos NFTs >>> NFoTo: fotograf.IA, NFT e inovação | Meusite (enfbyleosaldanha.com)




0 comentário
bottom of page