Preciso usar um VPN para comprar criptomoedas e NFT?




Embora o mercado de criptoativos esteja em expansão, ele está repleto de brechas e problemas em potencial. Entre 2011 e 2021, mais de US$ 12 bilhões de criptoativos foram roubados. Se você está lendo este artigo, é provável que você seja um entusiasta deste mundo ou esteja considerando começar a comprar Cripto e NFT. Seja qual for a situação em que você estiver, você precisará de um VPN para comercializar criptoativos e deixar sua carteira em segurança.

Sem um VPN, suas posses em criptomoedas e NFT podem estar em risco de serem invadidos. Além disso, um cliente VPN pode ajudar você a desbloquear várias plataformas de negociação que podem não estar liberadas no Brasil ou no país onde você se encontre. Por que é importante usar um VPN para criptoativos? Muitas pessoas estão procurando negociar estes ativos porque são formas de investimento privado e digitalizado, com segurança extrema. Entretanto, golpistas e hackers rastreiam endereços IPs de negociadores de criptomoedas para tentar roubar contas de usuários menos atentos.

Com uma rede privada virtual – um VPN (Virtual Private Network) – você pode esconder seu endereço IP e criptografar seu tráfego na Internet. Dito isto, podemos afirmar que muitos VPNs respeitados estão mais do que à altura da tarefa. Basta procurar seu VPN favorito e clicar em vpn download, rapidamente você terá sua conexão protegida.

Como um VPN protege criptomoedas e NFT? Um VPN esconde seu endereço de IP, garantindo que os fraudadores não possam rastrear suas transações criptográficas. Além disso, o VPN criptografa seu tráfego na Internet de modo que, mesmo que um intruso consiga acessar seus dados, ele verá apenas códigos criptografados.

Você pode usar um VPN em trocas descentralizadas sem se preocupar em ser banido, pois são resistentes à censura. Como não há um único proprietário ou controlador, os governos normalmente não podem monitorar ou proibir transações de moedas criptográficas em uma troca descentralizada.

Para o comércio de criptoativos, proteger seu endereço IP deve ser sua principal preocupação. Um endereço de IP exposto é um convite aos criminosos cibernéticos e até mesmo a certos governos para rastrear suas atividades de criptomoedas e NFTs. Além disso, os bons softwares de VPN devem ter proteção contra vazamento de IP e sistema de nomes de domínio (DNS). Os vazamentos de DNS ocorrem quando as solicitações são enviadas aos servidores DNS de seu provedor de acesso à Internet em vez de através de um túnel criptografado da VPN, tornando seu endereço IP, dados de navegação e localização visíveis para seu provedor de acesso à Internet e possivelmente para os criminosos cibernéticos.

Procure também recursos de segurança como Onion sobre VPN e VPN dupla, que acrescentam uma camada extra de segurança ao seu tráfego de Internet. VPN para Transações de Criptoativos e NFTs

O comércio de criptografia está se tornando cada vez mais arriscado por causa de hackers e golpistas. Uma rede privada virtual (VPN) esconde seu endereço IP real e criptografa seu tráfego na Internet, dificultando o rastreamento de suas trocas criptográficas. Além disso, características como um switch kill e proteção contra vazamentos fornecem uma rede de segurança no caso de sua conexão VPN cair.

Um VPN duplo encripta sua conexão duas vezes, tornando ainda mais difícil para os bisbilhoteiros obterem acesso. Se você estiver em um país fortemente restrito, uma VPN pode usar a ofuscação para esconder o fato de que você está usando uma VPN. Em suma, as VPNs protegem sua carteira criptográfica e suas transações.

Os riscos do uso de um VPN com trocas de Criptomoedas Embora a utilização de uma VPN seja legal na maioria dos casos, ela não é isenta de riscos. Por exemplo, os termos de serviço de algumas corretoras proíbem os residentes de países como os Estados Unidos de usar uma VPN, portanto as contas de americanos podem ser suspensas se estiverem usando um VPN. Mas fica tranquilo, pois esse tipo de coisa é exceção no mundo da cibersegurança e criptoativos.

Muitos sites de corretoras de criptomoedas não proíbem explicitamente VPNs em seus contratos de usuário, mas certifique-se de inserir informações precisas ao preencher seus formulários – caso contrário, sua conta poderá ser suspensa. As plataformas de negociação, devido às leis de conhecimento do cliente e leis contra a lavagem de dinheiro, querem garantir que não haja atividades inescrupulosas. De maneira semelhante, as trocas descentralizadas não proíbem as VPNs, mas é importante usar uma VPN que não possa ser detectada.

Conclusão: VPN e Criptoativos O comércio de criptomoedas e NFTs está a todo vapor, mas com cada vez mais golpistas e hackers se imiscuindo neste mercado. É difícil saber quando sua carteira criptográfica pode ter algo desviado dela. É por isso que o VPN é quase obrigatório, independentemente do tipo de criptoativo e da corretora que você estiver usando.

A partir de nossos testes, vimos que os softwares de VPN fornecem negociações rápidas, anônimas e privadas graças a seus excelentes recursos de segurança e criptografia. Além disso, se você usar criptomoedas para comprar ou vender NFTs, este é um serviço que se adequa a ambos os casos, sendo o VPN uma ferramenta segura e que ajuda a evitar a maioria das fraudes.

0 comentário