top of page

Julie Pacino lançará filme inspirado em coleção de fotos NFT em parceria com a MoonPay

O filme "I Live Here Now" é inspirado na coleção de fotografias NFT de Julie Pacino com o mesmo título.






A renomada fotógrafa, produtora e diretora Julie Pacino (filha de Al Pacino) está se preparando para lançar seu novo filme "I Live Here Now" em colaboração com a criptocarteira MoonPay.

"I Live Here Now" é inspirado na coleção de fotografias NFT de Pacino com o mesmo título. MoonPay servirá como coprodutor executivo do filme NFT de Pacino. I Live Here Now - Collection | OpenSea





A sinopse do filme: "uma jovem atriz, desiludida com as demandas conflitantes sobre seu corpo por Hollywood, foge para o Madonna Inn depois de descobrir que está grávida. Mas, à medida que ela se torna consciente de funcionários que a observam a cada movimento, ela descobre que o próprio hotel tem um interesse ainda mais sombrio em seu corpo do que Hollywood.






O filme é financiado pelo lucro gerado por sua segunda coleção NFT, "Keepers of the Inn", e pela coleção NFT "I Live Here Now", que estreou em 2021.






Julie Pacino disse: "Quero ajudar a pavimentar o caminho para a próxima geração de artistas que entram na Web3, e é por isso que me alinhei com a MoonPay, pois eles construíram uma plataforma que torna a entrada fácil, eficiente e eficaz".



A fotógrafa e cineasta Julie Pacino


"A visibilidade para os artistas da NFT – especialmente as mulheres e a comunidade LGBTQIA+ – é vital. Com o apoio da MoonPay neste filme, esperamos ajudar a integrar mais indivíduos na Web3 e amplificar seus projetos cinematográficos", acrescentou Pacino.

Tom Capone, chefe de entretenimento da MoonPay, declarou: "Estamos absolutamente entusiasmados por fazer parte do I Live Here Now, um projeto histórico que destaca o poder da Web3 para criar comunidade, quebrar limites e permitir que os artistas compartilhem suas histórias".





Os filmes da NFT estão tentando emergir no mainstream, com até mesmo os filmes financiados pela NFT sendo reconhecidos por grandes cineastas. Em janeiro, Steven Soderbergh deu o Prêmio Andrews/Bernard à Calladita, financiada pela NFT, com o diretor Miguel Faus afirmando que "Film3 é o futuro do cinema independente e é a razão pela qual "Calladita" existe". Quentin Tarantino também fez uma incursão no universo e ainda Bill Murray e Jim Carrey também lançaram iniciativas NFT em 2022.


Em tempo. Saiba mais sobre essa nova fase especificamente para o mundo da fotografia clicando aqui >>> Conexão NFoTo: o caminho para a nova fase de valor da fotografia


Com informações de CRypto Times



0 comentário

Comments


bottom of page