top of page

Criar arte com I.A. não é tão simples quanto parece

Matéria publicada pela Vox mostra como um artista digital cria suas obras. Um processo em que a inteligência artificial serve como ferramenta, mas faz menos da metade da criação





Um vídeo esclarecedor da Vox detalha o processo criativo do artista anônimo por trás de Stelfie, um alter-ego imaginado como um viajante do tempo que tira selfies. O vídeo desafia a crença de que a criação de arte por IA é instantânea e requer talento mínimo. Na verdade, o criador levou surpreendentes 17 horas para completar a única imagem mostrada no vídeo.

O artista, que pintava com telas tradicionais há cerca de duas décadas antes de migrar para a arte digital há cerca de cinco anos, atualmente trabalha com a Stable Diffusion para dar vida às suas ideias.





Ele começa com esboços toscos, definindo um layout para que a IA não influencie sua visão. Em seguida, ele usa os desenhos para desenvolver os prompts certos para sua arte. O processo envolve muita inpainting, em que você pinta em áreas específicas a serem editadas, e outpainting, em que você faz com que o bot imagine o que acontece além do quadro existente. O artista também utiliza o Photoshop para alterar as partes que a IA não consegue acertar.


Rostos que retornam, como Stelfie aqui, são treinados em um modelo. O artista primeiro cria seus personagens em 3D e os captura em vários ângulos, antes de alimentar as imagens no banco de dados. “Então, quando você treina um modelo, você salva uma palavra-chave” e, toda vez que você insere essa palavra-chave, o personagem pretendido aparece.


Ao contrário do que as pessoas podem pensar, ele diz que a Stable Diffusion representa apenas cerca de metade do produto acabado. O artista ainda precisa recorrer ao Photoshop para 40% do ajuste fino, e ao Procreate para cerca de 10%. Além disso, figuras famosas são difíceis de replicar nessas ferramentas geradoras de arte, então ele obtém a IA para criar sósias e retoca as aparências físicas no Photoshop.


O vídeo sugere que criar arte com IA pode ser tão trabalhoso quanto com técnicas convencionais. Em relação a como a IA vai impactar a indústria, o artista diz que não está nem um pouco ameaçado. “Sinto que esta é uma oportunidade, uma oportunidade para muitas novas pessoas talentosas entrarem em um novo ramo da arte que é completamente diferente do que já temos na arte digital.”


Com informações de Designtax


O prazer de não ter que te vender nada. Coloco essa frase para você porque vi outro dia e achei relevante. Eu tenho produtos e soluções para te ajudar no marketing da fotografia. Confira abaixo. Mas se você não quiser gastar nada basta entrar no site do Sebrae local que tem bastante conteúdo grátis para você começar agora. E no fim, não estou te vendendo, mas sim é você quem estará comprando :-) Para quem quer estudar >>> ebooks - Marketing Para quem quer um Plano de Marketing na Fotografia e colocar a mão na massa >>> Plano de Marketing 2023 Para quem quer uma mentoria com Plano de Marketing >>> Plano de Marketing Premium Para quem quer entrar na nova fase de valor da fotografia >>> NFoTo: fotografia blockchain e inovação



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page