top of page

O que estou lendo: prêmio australiano de retratos abre espaço para IA

De acordo com o britânico "The Guardian", organizadores do Brisbane Portrait Prize apoiam inteligência artificial afirmando que arte não está estagnada e 'tradicionalistas' já se opuseram a fotografias


A ótima matéria do The Guardian começa provocativa: Um prestigiado concurso de retratos defendeu permitir que os participantes enviem obras de arte geradas por inteligência artificial, argumentando que a arte não está estagnada e deve refletir a mudança social.


A premiação permite que o participante use uma obra 100% IA ou parcial, desde que seja o criador. a premiação australiana de retratos é respeitada com um belo prêmio em dinheiro. Sobre esse avanço os organizadores destacaram:


"O BPP orgulha-se de ser um prémio contemporâneo e estamos sempre interessados no que é o retrato 'contemporâneo', ao mesmo tempo que promove a evolução contínua da arte e se envolve na conversa envolvente", disseram.


O porta-voz disse que, no passado, artistas mais tradicionais se opuseram à permissão de entradas digitais e fotográficas – que agora são geralmente aceitas no mundo da arte.

"À medida que a tecnologia continua a se adaptar e se integrar em nossa sociedade, ela já abriu as portas para que artistas com deficiência sejam incluídos graças ao uso de tecnologia assistiva, e vemos o uso de ferramentas e metodologias de IA como a próxima etapa nisso", disse o porta-voz.



Faça parte do Fotograf.IA. Mais do que um ebook com grupo Vip, uma comunidade voltada para a revolução e o avanço da IA na fotografia. São mais de 13 horas de conteúdo em vídeo, ebook com quase 300 páginas e dois grupos com mais de 130 membros para acompanhar e interagir com IA na fotografia. Participe clicando aqui >>> Faça parte da iniciativa Fotograf.IA e turbine seu negócio e sua arte na fotografia








0 comentário

Comments


bottom of page