top of page

Câmeras mirrorless da Nikon se destacam no mercado e elevam lucro da empresa

Fabricante de câmeras registra aumento nas vendas de produtos de médio e alto padrão, especialmente os modelos mirrorless


A Nikon divulgou seus resultados financeiros mais recentes para o segundo trimestre do período encerrado em 31 de março de 2024 e eles são geralmente positivos - a empresa enviou mais câmeras devido às “vendas fortes de produtos de médio e alto padrão”.


A receita total da empresa foi de ¥ 331,2 bilhões, um aumento de ¥ 42,9 bilhões em relação ao ano anterior. O segmento de produtos de imagem, que inclui câmeras e lentes e ainda é o maior setor de produtos da Nikon, registrou receita para o período de ¥ 137 bilhões, um aumento de cerca de ¥ 48 bilhões em relação ao ano anterior.


“Tanto a receita quanto o lucro operacional cresceram”, comentou a Nikon. “O volume de vendas de câmeras mirrorless, principalmente a Nikon Z 8, e as lentes intercambiáveis de câmeras mirrorless aumentaram… e o iene mais fraco ajudou.” A Nikon também citou o lançamento da Nikon Z f como um indicador-chave de progresso.




Para o próximo período financeiro a ser relatado, a Nikon previu que a receita seria de ¥ 25 bilhões acima da previsão anterior. Suas previsões de lucro operacional foram um pouco menos otimistas - acima de ¥ 2 bilhões em relação à previsão anterior. Ela mencionou mudanças nas suposições de câmbio, o aumento dos custos das peças e o aumento das despesas de promoção de vendas.


Embora a Nikon esteja vendendo muito menos câmeras e lentes digitais do que há uma década, seu foco estratégico em modelos mirrorless de ponta e alto preço voltados para o mercado entusiasta e profissional parece estar dando resultado em termos de geração de receita e lucro.





A Nikon não está sozinha nessa tática, no entanto, e continuará enfrentando forte concorrência de rivais com bolsos fundos, como Canon, Sony e Fujifilm, além de concorrentes menores e ágeis, como OM Digital Solutions e Leica.


A indústria de câmeras passou por uma grande transformação nos últimos anos, diante da concorrência dos smartphones e da mudança nos hábitos dos consumidores. Com uma produção menor, as empresas se concentraram em oferecer modelos premium, com recursos avançados e qualidade superior, para atender às demandas dos fotógrafos profissionais e entusiastas. A disputa pelo mercado de câmeras mirrorless se tornou ainda mais nichada, com cada fabricante buscando se diferenciar em termos de design, desempenho e inovação.


Assine (grátis) a melhor e mais completa newsletter de fotografia do Brasil >>> inscreva-se no Spotlink

0 comentário
bottom of page