top of page

Panasonic e Nikon pararam de produzir câmeras compactas (surpreendendo zero pessoas)

Notícia nem é tão recente mas foi retomada por portais de notícia de fora





A culpa é dos smartphones, claro. As fabricantes japonesas Nikon e Panasonic anunciaram na semana passada que estavam suspendendo o desenvolvimento de câmeras compactas segundo informções da Nikkei Asia. Estima-se que 97% do mercado de câmeras compactas tenha sido devastado pelo avanço ao longo dos anos por smartphones.


As duas marcas concentram agora os esforços no desenvolvimento e comercialização de câmaras mirrorless, mais rentáveis, mais populares (representando 31% das remessas entre 2020 e 2021). No fim, as câmeras sem espelho são mais leves, também compactas e até mesmo menos frágeis do que as DSLR. A Nikon também havia anunciado, em julho, interromper o desenvolvimento de câmeras SLR.


Para colocar as coisas em perspectiva, o Nikkei Asia lembra que 110 milhões de câmeras compactas foram distribuídas em todo o mundo em 2008. Em 2021, os mesmos dispositivos só foram enviados no valor de 3,01 milhões de unidades ( redução de 97%no período). No entanto, esses produtos ainda representaram 36% das remessas de câmeras (todos os tipos) em 2021. Um número que deve cair significativamente no futuro, já que Nikon e Panasonic acabaram de vez com essa produção.


Panasonic não lançava uma câmera compacta desde 2019. "Paramos de desenvolver novos modelos que podem ser substituídos por um smartphone", confirmou um porta-voz da marca ao Nikkei. A Nikon ainda ofereceoferecer dois modelos com lentes de alto desempenho na linha Coolpix. A Nikon, no entanto, diz que está "acompanhando de perto as tendências do mercado". Como lembra o Nikkei Asia, a Panasonic e a Nikon estão seguindo os passos da Fujifilm ou da Casio, que já haviam optado por suspender a produção de câmeras compactas simples.


Vale destacar que Canon e Sony seguem produzindo modelos de bolso. Contudo, a Sony foca totalmente no vídeo para esses modelos, sobretudo para criadores de conteúdo em vídeo para a internet. E a Sony não lança um modelo de bolso desde 2019.


O fato é que o mercado de câmeras segue em forte transformação e mesmo as câmeras profissionais parecem impactadas pelo avanço tecnológico e de sofisticação de imagem dos smartphones. Vamos ver como será isso em 2023 para a indústria.

0 comentário

Kommentare


bottom of page