top of page

No dia do silêncio, um convite para a reflexão silenciosa




Hoje, 7 de maio, é o dia do silêncio, uma data criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para alertar sobre os danos da poluição sonora na saúde e na qualidade de vida das pessoas. Segundo a OMS, o excesso de ruído pode causar perda de audição, estresse, problemas de socialização e até doenças cardiovasculares.


Para evitar esses problemas, a recomendação é que as pessoas separem alguns minutos do dia para desfrutar do silêncio, seja meditando, respirando profundamente, lendo um livro ou simplesmente ficando sem fazer nada. O objetivo é se desconectar dos estímulos externos e internos que distraem e estressam a mente.


O silêncio pode trazer vários benefícios para a criatividade e a saúde mental, especialmente para quem trabalha com arte e fotografia. O silêncio permite entrar em contato com a essência, as emoções e as ideias de cada um. O silêncio ajuda a escutar a intuição, a inspiração e a voz interior. O silêncio ajuda a focar no que realmente importa, no que faz feliz e no que faz crescer.





O silêncio também é fundamental para relaxar, aliviar a tensão e acalmar a mente. O silêncio ajuda a prevenir e combater o burnout, a ansiedade e a depressão. O silêncio é um aliado da saúde mental.


Por isso, aproveite o dia de hoje para fazer uma pausa e se conectar com o silêncio. Você vai se sentir mais leve, mais tranquilo e mais criativo. E isso vai se refletir na sua fotografia, na sua arte, na sua vida. Lembre-se: o silêncio é um presente que você pode se dar todos os dias.


Eu vou além na parte do silêncio...pois hoje vemos uma profusão de estímulos e conteúdos que provocam sempre a seguir o que foi "dito". Faça isso, faça aquilo. Vale para negócios ou técnicas da fotografia. Dicas são importantes, mas parar para refletir e criar com base em você e no que acredita também é fundamental neste processo. Silêncio como um tempo para reconexão com você mesmo.



0 comentário
bottom of page