Nifty Gateway lança piloto para a criação de "vitrines" com obras NFT para curadores selecionados


"A melhor maneira de ajudar os artistas é ter mais curadores", disse o co-fundador da Nifty Gateway Duncan Cock Foster para uma publicação internacional



Antes de entrar nessa novidade é bom esclarecer algumas coisas:

  • NFTs são ativos digitais únicos que podem ser fotos, vídeos, músicas e outros itens. A fotografia é uma das áreas que mais cresce nesta tendência. Na prática, um NFT torna uma foto digital em algo único, com procedência, registro, autenticação e valor.

  • o momento desse mercado é de baixa. Devido ao baixo índice de transações e fruto do "inverno cripto" que ocorreu nos últimos meses em escala global. Contudo, mesmo com a queda nos volumes e valores de transações, o NFT segue sendo a aposta de marcas importantes como Nike, Disney, Starbucks e outras gigantes globais. No mundo da arte também avança com iniciativas de alto nível.

Veja também >>> participe dessa nova fase de valor da fotografia e da arte na iniciativa NFT para Fotógrafos(as)





A Nifty Gateway é um marketplace que converte e comercializa NFTs. De todas as plataformas, ela fez algumas parcerias importantes que ajudam na popularização da tecnologia. Exemplo: uma aliança com a Samsung feita no começo do ano levou seu marketplace para tevês smart da fabricante. Algo que ajuda na visualização de obras NFT e também nas vendas de arte digital com essa tecnologia. Mais recentemente, a Nifty também fechou uma aliança com a Mastercard, permitindo assim que pessoas comprem NFT sem a necessidade de ter criptomoeda e usando seus cartões de crédito. Com isso, A empresa diz já ter trabalhado até aqui com 400 artistas vendendo NFTs que movimentaram US$ 500 milhões desde 2018.





A novidade agora é esse projeto piloto da empresa. Batizado de Publishers, o programa beta terá 50 curadores selecionando uma lista de artistas e assim operarem suas próprias vitrines NFT. Algo inspirado no estilo da gigante do comércio eletrônico Shopify. Os curadores desse programa poderão fazer leilões em diferentes formatos e sem limite de número de NFTs. Duncan Cock Foster, co-fundador da Nifty Gateway, disse à Blockworks que a "maior peça que falta" no espaço da NFT é a ferramental feito para curadores de arte. O espaço de arte digital carece da chamada "camada de galeria" do mercado tradicional de arte.


A Nifty Gateway já recruta curadores internos para ajudar os artistas a lançar coleções, em contraste com mercados NFT não curados como OpenSea ou Rarible. "Há um limite para o número de artistas que podemos fazer a curadoria. Você realmente tem que ter uma estratégia para ter sucesso como artista", disse Cock Foster. "A melhor maneira de ajudar os artistas é ter mais curadores."


Ele disse ainda que o novo piloto da Publishers é uma tentativa de orientar uma nova safra de curadores — e, eventualmente, artistas — para aumentar a quantidade de pessoas que ganham a vida vendendo NFTs em tempo integral.


A Nifty Gateway é uma plataforma muito focada em arte. Mais de butique por assim dizer. São poucas por dia comparadas com as mais de 50 mil do OpenSea (a maior do mundo).

Sem dúvida, estatísticas como essas encorajaram o Nifty Gateway a estratégias, agora recorrendo aos curadores em um esforço para atrair volume. Com o tempo, a empresa planeja expandir seu programa de Publishers para incluir artistas lançando seus próprios trabalhos e marcas com projetos NFT. De qualquer forma, essa é uma medida que deve fortalecer os esforços da Nifty Gateway para expandir sua presença nesse universo da arte NFT. A ideia de abrir espaço para uma carreira de curador de arte nesse ambiente parece acertada nesse sentido.


Em tempo: participe da iniciativa NFT para Fotógrafos(as)





0 comentário