Marketing para fotógrafos(as): o primeiro passo é o mais importante (e também o mais difícil)

Indo direto ao ponto: o primeiro passo é olhar para você e só daí investir no assunto





Por que tantos profissionais sofrem com o marketing na fotografia? Porque complicam, porque confundem com outra coisa. Mas sobretudo por não responder uma questão superimportante: quem sou eu neste negócio?


Por que isso é crucial? porque assim como você quer sua fotografia sendo única e com assinatura, por que seria diferente com o marketing?


Esse primeiro passo é o mais relevante e desafiador. Por quê? porque é um olhar para dentro. Responder o que te move e quem é você e seu propósito naquilo que você faz. Você neste momento pode dizer: mas eu não sei e o que quero mesmo é fotografar. Então ok, mas depois não reclame dos problemas que vierem dessa decisão.


Quando você copia práticas de mercado (de gurus e colegas) você está seguindo uma regrinha que pode ter dado certo para ele. Não existe nenhuma garantia de que vai funcionar para você também. E o pior: e se outros 100 colegas na região aplicarem a mesma fórmula pronta? É por isso que hoje vemos tudo tão igual em tantas frentes. Seja no estilo fotográfico, na divulgação, produtos e até nos mesmos prêmios (que todos participam).


O primeiro passo é olhar para você e conseguir responder à pergunta: quem sou eu na fotografia? Qual impacto tenho ou quero ter para as pessoas? E como projetar minha identidade e autenticidade naquilo que faço?


As respostas que surgirem a partir disto vão ditar os rumos do seu marketing. Ou não, você pode seguir na mesma linha do que está fazendo e se nada der certo, a black friday e outras ações para queimar preço sempre sobram como alternativas.


Se precisar de ajuda para olhar para seu marketing conte com o Plano de Marketing 2023. Saiba mais aqui: Eu Quero Meu Plano de Marketing da Fotografia!

0 comentário