top of page

Getty Images entra com ação judicial contra a empresa criadora do Stable Difusion

A Stability AI está sendo levada ao tribunal no Reino Unido, acusada de infringir os termos de serviço e licenciamento da Getty Images






A Getty Images iniciou um processo judicial contra o criador da ferramenta de arte de IA Stable Diffusion. Apresentada esta semana no Supremo Tribunal de Londres, a ação da Getty Images alega que "a Stability AI copiou e processou ilegalmente milhões de imagens protegidas por direitos autorais" e usou essas imagens para seu próprio ganho comercial.


A Getty Images e serviços similares foram certamenta muito afetados pela geração de imagens por IA. Contudo, nem todas os bancos de imagens reagiram da mesma forma. Já que a Shutterstock também entrou na tecnologia.


No caso da Getty Images a opção foi do banimento de qualquer uso dentro da plataforma. Com a proibição de venda de imagens geradas com inteligência artificial.


O CEO da Getty, Craig Peters, havia dito anteriormente que há preocupações com obras de arte criadas por IA, incluindo "questões de direitos não abordadas".


"A Getty Images acredita que a inteligência artificial tem o potencial de estimular esforços criativos", diz um comunicado da Getty Images Diz. "Assim, a Getty Images forneceu licenças aos principais inovadores tecnológicos para fins relacionados com a formação de sistemas de inteligência artificial de uma forma que respeite os direitos de propriedade pessoal e intelectual."


"A Stability AI não buscou nenhuma licença desse tipo da Getty Images e, em vez disso, acreditamos, optou por ignorar opções de licenciamento viáveis e proteções legais de longa data em busca de seus interesses comerciais autônomos".

Tudo se resume a como uma IA é treinada – o passo preliminar mais importante para a construção de uma ferramenta de inteligência artificial funcional.





A Stability AI sustenta que os conjuntos de dados LAION pelo Stable Difusion foram treinados em conformidade com a Lei Alemã. A Stability AI diz: "A área de imagens geradas por IA e direitos autorais é complexa e varia de jurisdição para jurisdição".


A Stability AI pelo menos diz de onde obtém seus dados – o LAION é, na verdade, uma das organizações de imagens mais abertas da Web – ao contrário de algumas ferramentas de IA que não disponibilizam essas informações publicamente. Isso inclui o OpenAI o criador de ferramentas populares de IA, como DALL-E e ChatGPT. A Stability AI planeja permitir que os artistas optem por não participar do treinamento de imagem de Difusão Estável com versões futuras, mas isso parece um pouco como o caminho errado. A Stable Diffusion não deveria ter que pedir permissão aos artistas para usar seu trabalho?





O CEO da Getty Images falou com o The Verge para explicar melhor por que a empresa tomou esse curso de ação.


"Não acreditamos que essa implantação específica da oferta comercial da Stability seja coberta por negociação justa no Reino Unido ou uso justo nos EUA", disse Peters. "A empresa não fez nenhum contato com a Getty Images para utilizar nosso material ou o de nossos colaboradores, por isso estamos tomando uma ação para proteger nossos direitos de propriedade intelectual e os de nossos colaboradores."


Peters também confirmou que as acusações apresentadas contra a Stability AI incluem violação de direitos autorais e violação dos termos de serviço da Getty Images. Ele disse que a empresa busca formar um novo status quo legal para licenciamento e IA a partir do processo judicial.


A lei de direitos autorais ainda está se adaptando aos temas muito recentes relacionados a IA. O fato é que a ação da Getty deve alterar o curso das coisas e vamos ver como será isso em breve! O processo movido pela Getty Images provavelmente estabelecerá um precedente legal, seja qual for o resultado. Recentemente uma especialista entrevistada pelo Yahoo Business comentou acreditar que até 2025 80 a 90% dos conteúdos online poderão ser criados por inteligência artificial. Resta saber como será o impacto dessa tecnologia na fotografia e seus desdobramentos legais e culturais nos próximos anos.


Com informações PC Gamer, The Verge e Gizmodo



0 comentário

Comments


bottom of page