AFP vai leiloar 200 fotos e três NFTs

A agência já tinha feito algo semelhante no ano passado com resultado em vendas de quase 300 mil euros



A famosa foto de Bernie Sanders na posse Joe Biden. Foto virou meme e agora será vendida como NFT


A Agence France-Presse (AFP) anunciou o próximo leilão de 200 fotos de seus arquivos, além de três NFTs ou ativos digitais criptografados. Entre as obras estão imagens de canhões da Guerra Franco-Prussiana; da Libertação da França após a Segunda Guerra Mundial. Ou a cabeçada de Zidane na final da Copa do Mundo de 2006 e também da Catedral de Notre-Dame em chamas.


A venda acontecerá no dia 5 de novembro. No final da exposição batizada de "De l'argentique à l'iconique" que será aberta na próxima quarta-feira na Ellia Art Gallery, em Paris. O leilão será realizado presencialmente e online (drouot.com).


Esse será o segundo leilão de fotos da AFP. No ano passado, uma venda levantou um total de 297.000 euros (US $ 292.000 na taxa de câmbio atual).


Imagens de todos os tipos e períodos

O acervo da AFP é valioso. Com imagens histórias e artísticas com forte valor para o fotojornalismo mundial. Entre as obras estão imagens como a do Dr. Petiot, um serial killer, fotografado em seu julgamento em 1946 com as dezenas de malas de suas vítimas.

Há também retratos dos pintores Pablo Picasso e Henri Matisse em seu ateliê, ou da escritora Colette refletida em um espelho, em frente à sua coleção de bolas de cristal.

Ou fotos mais recentes como do atleta jamaicano Usain Bolt no final de uma corrida no exato momento em que um raio ilumina o céu. E também os apoiadores de Donald Trump invadindo o Capitólio em Washington. Contudo, fotos recentes são escassas: a maioria é de antes dos anos 60 e as mais antigas datam de 1871. Seus valores estimados variam de US$ 300 a US$ 1.200.



BRENDAN SMIALOWSKI/AFP - virou meme, mas agora imagem terá valor para retornar ao fotógrafo e a agência


Além dessas fotografias, edições originais e exclusivas, a AFP oferece à venda três NFTs (ativos digitais autenticados). A imagem do político americano Bernie Sanders com suas luvas (objeto de inúmeras imagens editadas nas redes sociais). Ou a de Gainsbourg queimando a nota e o primeiro despacho emitido pela Agência durante a Libertação de Paris, em 20 de agosto de 1944. "Todos os recursos arrecadados serão destinados à conservação e restauração do acervo fotográfico da Agência", disse à AFP.


Entre para a nova fase de valor da fotografia com o NFoTo

0 comentário