7 tendências de marketing que podem fazer a diferença em 2022

Da importância do vídeo ao marketing de conteúdo, veja o que uma publicação referência em negócios dos Estados Unidos indica como tendência para o marketing par 2022





Matéria recente da revista de negócios norte-americana Entrepreneur apresentou tendências de marketing que valem para qualquer negócio. Segundo o conteúdo, o novo marketing não é só sobre criar campanhas e direcionar para públicos específicos. A indicação inicial: mais do que investir na marca, ouvir mais atentamente os clientes no ambiente online e ao mesmo tempo medindo resultados mas com visão estratégica, algo que está conectado diretamente com um plano mais abrangente. No fim é sobre encarar o desafio de conquistar bons resultados de curto prazo sem perder os objetivos definidos.


Veja quais são as 7 tendências segundo a Entrepreneur:





1 - Vídeo Marketing é crucial dentro de qualquer plano de marketing!

Marketing e vídeo já não funcionam separados. Marcas que não tiverem um olhar para isso em 2022 ficarão para trás. É óbvio que isso vale para as redes sociais e tudo que envolve o ambiente digital. O YouTube é o segundo maior buscador do mundo (só perdendo para o próprio Google) e o TikTok foi o app que mais cresceu em 2020/2021. Aliás, as estratégias devem envolver agora os vídeos rápidos. O Facebook diz que postagens com vídeo tem seis vezes mais engajamento do que postagens de fotos e links. O Twitter viu um aumento no vídeo na plataforma de mais de 160%. Vídeo para mostrar produtos, depoimentos, para informar, entreter, se relacionar e vender. Qual a sua estratégia de vídeo para seu negócio de fotografia?





2 - Marketing de conteúdo segue primordial

Com mais pessoas e marcas publicando, a disputa por atenção é cada vez mais fragmentada, com mais ruído e só postar publicações com cara de anúncio não terão resultado. Logo, o caminho é educar, informar e entregar conteúdo junto com aquilo que você vende. Hoje os profissionais de referência da fotografia e marcas líderes já fazem uso do marketing de conteúdo. É uma forma poderosa de conectar-se com clientes, engajar e criar uma relação de fidelidade e confiança. Importante: conteúdo ruim ou sem estratégia terá o efeito contrário e vemos isso com frequência no mercado fotográfico. Não basta só criar conteúdo, é fundamental pensar na estratégia/objetivos. Aliás, conteúdo ruim como parte do marketing pode até prejudicar mais do que ajudar. Por outro lado, no tempo e se feito com consistência, o marketing de conteúdo traz benefícios fantásticos. Autoridade, relevância e propósito. Tudo na construção dentro de um direcionamento dentro da estratégia/objetivos definidos. Marketing de conteúdo é sobre criar boas histórias e superar os aspectos racionais para um mercado totalmente emocional (fotografia é emoção).





3 - Analisar e medir

O foco na análise cresce pois as verbas que temos disponíveis para investir em campanhas está cada vez mais restrita e os custos de divulgação seguem crescentes. Mais do que só avaliar o retorno do investimento, medir o que está ocorrendo pode dar detalhes sobre novos caminhos e quanto a decisões dentro do que busca ser alcançado. Se o resultado financeiro foi definido, qual a métrica deve ser medida e acompanhada para avaliar se o marketing está no caminho certo. Medir, ajustar, testar e testar para encontrar o melhor formato para o seu negócio.




4 - O poder do visual nas postagens das redes sociais!

Aqui há uma vantagem para quem vive da fotografia. A matéria da Entrepreneur destaca o apelo de conteúdos com visual marcante e atraente. Mais do que isso, combina o design aprimorado com o poder das histórias. Essa junção resulta em conteúdos com mais força e com mais chances de chamar a atenção e de serem compartilhados. No fim, trata-se de algo que deve acompanhar a estratégia de marketing de conteúdo. Ou seja, não basta informar, entreter e educar para vender. É preciso ter muita atenção com o design desses conteúdos. Do contrário o efeito será nulo.





5 - Marketing será menos sobre produtos e mais sobre o que as pessoas necessitam.

O futuro do marketing é focar nas necessidades dos clientes, não em vender. O big data e a internet possibilitam criar experiências personalizadas com base no que os clientes fazem online. Essa capacidade de as empresas entenderem seus clientes permite que elas construam melhores relacionamentos de longo prazo com eles. Isso leva a mais lealdade à marca e, em última análise, maiores oportunidades de receita, entendendo o que torna cada pessoa única, bem como a melhor maneira de servir esses indivíduos. De fato, hoje conseguimos entender os anseios e desejos de um cliente de forma única como nunca antes. Inverter a lógica de empurrar produtos que os clientes não querem para criar algo que eles curtem é um caminho sem volta também na fotografia. Como a própria matéria da Entrepreneur ilustra muito bem: as pessoas querem ser abordadas como indivíduos que são, não simplesmente como clientes. Com isso em mente, o marketing para 2022 deve focar na construção de relacionamentos e na valorização antes de lançar seus produtos ou serviços; caso contrário, os resultados serão abaixo do esperado.





6 - Colaboração entre marketing e desenvolvimento de produto.

O aspecto colaborativo e de co-criação segue forte e os clientes valorizam isso. Pensar em como o cliente aplica o produto e qual a função do que você oferece como fim é uma forma de evoluir a oferta. Na prática é um pensamento de como a pessoa vai usar o álbum, a foto na parede e outros produtos com fotografia. E aqui entram questões como design, acabamento, tecnologia e outros aspectos valiosos sob a ótica do cliente. O fato é que como a própria matéria demonstra, a experiência do consumidor está agora no topo da lista de prioridades de cada empresa. Essa reorientação é desafiadora, mas pensar em como criar uma experiência de consumo mais memorável vai resultar em mais vendas, encantamento e indicação do seu negócio.





7 - O marketing como forma de liderar!

Preste atenção e repare como marcas e profissionais de destaque estão liderando de uma forma diferenciada em seus mercados. As referências da fotografia educam, lideram e mostram preocupação com causas maiores.

Hoje ter um marketing pede um papel diferente. Assumir a posição de educar e trabalhar junto com os consumidores, em vez de apenas tentar empurrar algo para comprar. Quem quer fazer o novo marketing precisa começar a pensar como um educador. E note que assumir esse papel não é sobre ter resultado rápido, mas sim de forma consistente e ao longo do tempo. Educar, entreter e informar as pessoas é parte da nova rotina do marketing. Os consumidores agora querem mais informações, não apenas comprar por comprar. Você pode aproveitar esta oportunidade para se diferenciar, fornecendo ao seu público conteúdo detalhado e se tornando assim o que se espera: que seja um especialista no assunto.


Precisando de ajuda com o marketing? Então faça seu Plano de Marketing 2022. Saiba mais aqui: EU QUERO MEU PLANO DE MARKETING

20 visualizações0 comentário